Juiz decide que chamar homens de carecas é assédio sexual

De acordo com a decisão de um tribunal britânico, chamar um homem de “careca” é assédio sexual. O tribunal julgou um processo movido por Tony Finn, que sofre de calvície, contra a empresa onde trabalhava até o ano passado, quando foi despedido.

Na ação, Linn reclamou ser chamado de “careca de merda” no ambiente de trabalho pelo seu supervisor Jamie King. A vítima alegou ter sofrido “assédio sexual”.

A decisão foi julgada por três homens, ambos carecas, que fizeram questão de lamentar a própria falta de cabelo. Na visão deles, por a calvície ser mais comum entre homens, o insulto pode ser designado como “assédio sexual comparado com falar sobre os seios de uma mulher”.

Confira a matéria, na íntegra https://www.dailymail.co.uk/news/article-10808941/Calling-man-bald-sex-harassment-employment-tribunal-rules.html?ito=social-twitter_mailonline

Comentários
interessante, noticia permalink