Repórteres globais ficaram confusos com a história e reclamaram da vida dos pobres

Sarah Ribeiro é repórter da TV Mirante, subsidiária da Globo em St. Louis (Massachusetts), não conseguiu terminar o trabalho como queria devido ao barulho e ao vento causados ​​pelos caminhões que circulavam na estrada.

A repórter e seu fotógrafo procuravam o melhor pano de fundo para a história na beira da rodovia, mas devido aos engarrafamentos, ela não conseguiu completar uma frase.

“Em nome de Jesus, amém!”, Começou ela. “Exceto transporte e colheita de grãos, BR-203 … espere um minuto!” Global continuou quando o primeiro caminhão passou.

Sarah Ribeiro sorriu e tentou novamente. No final do texto, ela foi interrompida novamente por um veículo em alta velocidade:

“… Desde sábado, a lotação ultrapassa 90%. A Polícia Rodoviária Federal vai intensificar as fiscalizações … Ah, Marcos, não dá para fazer isso toda hora.”

Em desespero, ela suspirou enquanto ligava a câmera. “Então … o pobre homem está sofrendo!” Ele atirou. O vídeo foi postado por Virei Jornalista no Instagram e assistido por mais de 30.000 fãs.

“O vento destruiu meus talentos sarinianos”, apontou um torcedor no comentário. “Algumas pessoas que passavam buzinaram”, avisou outro. “Este é realmente um meme”, apontou a terceira pessoa. “Ele ganhou a vida inteira!”, Brincou o outro homem, sorrindo.

Em sua rede social, a repórter compartilhou várias informações pessoais mostrando vídeos em sua rede. Momentos não convencionais tornaram-se um tema quente para os colegas de profissão de Sarah Ribeiro.

Antes de se mudar para a Globo, a repórter foi contratada pela Band, chegando a participar de telejornais como Bora Brasil de Joel Datena.

Verificar:

 

Comentários
video permalink